Os Designers de Experiência do Usuário [UX] e como eles estão mudando o jeito que jogos são feitos.

No começo existiam apenas as palavras: ‘Press Start’.

As Interfaces de Usuário progrediram muito desde então e com o aumento de sua complexidade novos papéis surgiram na indústria de games. Então vamos examinar o papel de um ‘Designer de Experiência do Usuário’ [UX] e como eles estão mudando o jeito que jogos são feitos.

Antes dos cargos de UX

O trabalho de fazer a interface de usuário às vezes caia nas mãos de um game designer ou de um artista. Alguns designers e artistas estavam a nível do serviço, porém, a grande maioria não estava, infelizmente não tinham preparo técnico/teórico para tal.

Para que você compreenda melhor essa situação, por um momento, imagine que você é um designer de roupas,  você entende como fazer novas e interessantes roupas, para diferentes tipos de corpos, diferentes estilos, mas para conseguir vender suas roupas, você tem que fazer o design da loja onde elas serão vendidas ou seja, organizar sua vitrine de forma atrativa ou todo layout da loja.

Você organiza suas roupas por:

Estilo, Estação do ano, Tamanho.

Onde os manequins devem ficar? E os Caixas? Os provadores.

Ah cara, eu não fui treinado para isso. Me ajuda! Socorro!

Quer dizer, talvez você seja bom em fazer o design de layouts de lojas. Ou talvez você não seja.

Meu ponto é que suas habilidades como um designer de roupas, não representam necessariamente suas habilidades sendo um designer de lojas. E todo esse tempo que você gasta ligando para contratantes e organizando cabides é um tempo precioso que você não está gastando com designs de roupas que irão para esta loja.

No mundo dos jogos, os game designers fazem o design das roupas e os Designers de Experiência do Usuário, fazem o design da loja onde os jogadores podem acessar as roupas.

Designers de Experiência de Usuário ou UX designers, definem como jogos são ensinados e interagidos por jogadores. Eles descobrem um modo de apresentar aos jogadores, todas as opções que eles têm, sem fazer a experiência ficar maçante. Quando um UX designer está fazendo seu trabalho bem, o jogador sabe o que está acontecendo no jogo e o que eles precisa ser feito de forma quase orgânica e intuitiva. Dificilmente quando um UX designer faz bem seu trabalho, o jogador se perguntará coisas como: Putz, como faço isso? Como vou achar tal material agora? Vou pausar e tentar amanhã, já me estressei demais hoje. O jogo precisa ser divertido e não uma experiencia desagradável.

Então, como UX designers fazem seu trabalho?

Bem, eles precisam saber três coisas antes de começar:

  • Eles precisam saber quem é a audiência do jogo/público-alvo;
  • Eles próprios precisam entender completamente o design do jogo;
  • Eles precisam saber para qual plataforma o jogo está sendo feito e que limitações técnicas eles podem esperar como resultado.

UX designers são mestres em pegar todas essas três variáveis e achar o melhor modo de fazer as ideias dos game designers acessíveis para a audiência do jogo. Você pode pensar nos UX designers como tradutores (ou designers de lojas). Eles pegam o conceito do design de jogos e traduzem isso para a linguagem do jogador.  Eles têm que aprender o jogo e entender ele por completo. Visualizar como cada pequeno elemento do design será apresentado para o jogador. Passar uma representação para o time para ter aprovação e então, direcionar artistas, designers de áudio e programadores para implementar essa representação.

Durante o processo, os UX designers terão que interagir com cada disciplina de desenvolvimento de jogos que existe, e isso significa que eles terão que ser capazes de falar a linguagem e entender os objetivos e limitações de cada aspecto de desenvolvimento de jogos. Tudo isso enquanto trabalham para o grupo mais importante de pessoas no desenvolvimento, os jogadores.

No fim das contas, a área onde os jogadores e o jogo se encontram é o mundo do UX designer. E o tipo de jogadores que cada jogo irá atrair será diferente. Você não faria o design de experiência do jogador para um jogo do tipo ‘Smash Bro.’ do mesmo jeito que você faria para um Mortal Combat.

Você tem que conhecer sua audiência.

Esse é o trabalho de um UX designer. Você é o defensor dos jogadores, talvez mais que qualquer outra pessoa. É fácil para artistas e programadores se perderem nos seus próprios mundos de arte e design. Mas é seu trabalho sempre guiar o time de volta, pensando sempre como os jogadores irão entender e jogar o jogo que você está construindo. Você pode até mesmo usar suas habilidades como UX designer para ajudar a comunicar esses problemas para outros membros do time mais efetivamente.

UX designers irão raramente gerar novos sistemas de jogos (trabalho do game design). Mas é responsabilidade deles, trabalhar com o time de game design quando o sistema ou uma série de mecanismos esteja ficando muito complexa para o jogador comum entender.

 Às vezes um design pode não parecer tão intimidador no papel. Mas no momento que você tenta definir uma HUD para o jogador, se torna em uma parede medonha de botões e texto. Você não quer isso.

Um dos momentos mais difíceis que você terá como um UX designer, é o momento em que você não consegue achar um jeito de simplificar essa parede de botões e texto. Por que é o seu trabalho representar informações complexas de um jeito fácil de entender. A única opção é voltar para os designers e pedir à eles para mudar seu design para algo que possa ser representado mais claramente. É realmente difícil de fazer isso, pois ir nestas pessoas e falar à eles para voltar ao planejamento só porque você não consegue achar um bom modo de representar o design atual. Não importa quão bom um UX designer seja, alguns sistemas de jogos apenas requerem de forma inerente muito do jogador, ou ao menos, o tipo de jogador que o jogo está idealizando. Mas isso é apenas um de vários desafios.

UX designers devem também estar atentos as limitações técnicas da game engine em que estão trabalhando e das plataformas para que eles estão fazendo o design.

Por exemplo, se você está fazendo um jogo mobile, quão grande você deve fazer os botões para que as pessoas possam facilmente apertá-los com seus dedos? Quão grandes esses botões serão? Eles devem clicá-los com um ponteiro de mouse em um jogo de computador?

E lembre-se, se é um jogo mobile você deve considerar que o tamanho do botão e o posicionamento pode causar que as mãos dos jogadores obstruam a visão da tela. Eu vejo isso acontecendo o tempo em jogos mobile, principalmente jogos hipercasuais. Por isso, você deve manter todos esses fatores específicos de plataformas em mente.

Finalmente, seu design de UI (Interface do Usuário) precisa parecer bonito e combinar com o estilo do jogo. Feito de maneira certa, a interface do usuário pode realçar a sensação do jogo e ajudar a criar uma sensação de imersão maior.

O melhor design de interface do usuário é aquele que os jogadores não percebem. É tão perfeita que se torna uma extensão dos desejos dos jogadores, eles sentem como se não há nada entre eles e a jogabilidade. Isso é o que uma boa parte de UX deve fazer. Ela deve ser fácil e não distrair do restante do jogo, mas quase subliminarmente fazer o jogo melhor para o jogador.

Como desenvolvedores de jogos, nós estamos ficando melhores em fazer jogos.

Mas agora no lugar de por acaso criar boas experiências de usuário por acidente, nós estamos começando a construir um vocabulário e um grupo crescente de UX designers apaixonados, que estão desenvolvendo esta nova área.

Eu, por exemplo, não posso esperar para ver como jogos aprimorarão no futuro. Continuaremos estudando muito, para que os jogos da EverTale sejam incríveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *